Quem tem um gato em casa, sabe que o bichinho é independente e, por vezes, muito manhoso.  Entretanto, há diversos mitos sobre gatos que impedem, por exemplo, que pessoas que gostam desse tipo de animal tenham um exemplar em casa. Alguns deles estão diretamente relacionados com os cuidados que se deve ter com o espaço onde vivem os gatos, outros, já estão diretamente ligados às características e hábitos felinos que quase sempre não condizem com a realidade.

Gatos são animais que se ligam ao dono e não à casa, como muitos afirmam. Eles não sabem a hora em que os donos vão chegar do trabalho. Por vezes, as pessoas afirmam que os gatos acordam antes dos donos prevendo a rotina deles. Na verdade, o que os felinos querem é brincar. E  se por alguma razão, a brincadeira acontece antes da saída para o trabalho, provavelmente os gatinhos irão acordar para esta finalidade. Outra questão está relacionada diretamente com a alimentação. Se eles costumam brincar e depois comer, vão sempre acordar um pouco antes de seus donos esperando pela refeição. Nada de previsões.

Gatos não associam as broncas como os cães. Não adianta, portanto, sair dando bronca no gato porque ele arranhou o móvel da sala. Caso ele tenha feito isto, é para chamar a atenção do dono, porque deseja brincar. Além disso, faz parte da natureza dos gatos demarcar os seus territórios. Arranhando os móveis ou sofás, eles deixam suas marcas e passam a reconhecê-las. Sem contar que o cheiro deles fica impregnado. Eles também sentem prazer em arranhar algum objeto e, em seguida, alongar o corpo. É fisiológico. Se não deseja que seu gato fique arranhando os móveis pela casa, o ideal é organizar arranhadores de gatos – objetos que estão à venda em lojas especializadas na comercialização de produtos e objetos para animais.

Gatos de fato amam espaços abertos pela própria natureza. Além disso, são altamente curiosos e querem saber o que se passa “lá”, fora e longe do local onde se encontram. Quem tem um pet em casa, portanto, precisa ter o cuidado de colocar telas de proteção em janelas, especialmente se a moradia for  em um apartamento. Os gatos pulam janelas mesmo. Também tome o cuidado de fechar as tampas de vasos sanitários, uma vez que eles podem pular ou escorregar para a parte interna do vaso. Todo o cuidado com o seu animalzinho será bem vindo.


Ragdolls são gatos grandes, peludos e fofos com olhos azuis safira cativantes. Eles são grandes, têm corpos longos, musculosos, peitoral amplo, pescoços curtos e grossos, pernas pesadas e patas grandes e redondas. Eles têm caudas especialmente fofas e macias. Os machos pesam de 7 a 10 quilos, e as fêmeas são um pouquinho menores quando em idade adulta. É um gato muito bonito e bem proporcional. Eles vêm em uma grande variedade de cores e padrões: azulados, chocolate, creme, etc.

Sua pelagem é longa, e parece de pelúcia ao toque. É também bastante densa. Mesmo assim, essa raça é menos propensa à queda de pêlos do que muitas outras raças de pêlos longos ou semi-longos, embora certamente os Ragdolls sofram alguma queda durante períodos mais quentes. A pelagem em torno de seu pescoço e peito é mais longa do que no resto do corpo, o que faz com que pareçam pequenos leõezinhos. Eles requerem cuidados e escovação para manter sua aparência fofinha.

No que tange sua personalidade, essa raça é bastante dócil, gentil, com uma tranquilidade fora do comum em se tratando de felinos. Têm um humor bastante estável, e quando socializados desde o nascimento, se tornam membros da família amigáveis e cativantes. Esses gatinhos são acolhedores com estranhos e adoram ser pegos e aconchegados por pessoas de todas as idades. Os Ragdolls tendem a preferir a companhia de pessoas muito mais do que as outras raças. Normalmente são animais indicados para famílias com crianças pequenas, pois são bastante tolerantes, apreciam carinho e atenção e tipicamente tendem a suportar os comportamentos exploradores e inesperados de uma criança. Eles preferem ambientes calmos do que ambientes bagunceiros, e são muito felizes quando criados inteiramente em ambientes internos, sem passeadinhas na rua. São bichinhos de estimação perfeitos para lares modernos.

Esses bichinhos não são especialmente ativos; eles preferem ficar no chão do que pulando ou se aventurando em lugares mais altos, como suas estantes, por exemplo. Ainda assim, são gatinhos brincalhões que amam atenção e brincadeiras.

Os gatos da raça Ragdoll são tidos como geneticamente bastante resistentes à dor, e essa lenda vem de sua origem. Os primeiros Ragdolls teriam supostamente adquirido essa resistência a estímulos dolorosos de sua mãezinha que teria dado à luz a sua ninhada apesar de severamente machucada por um atropelamento. Hoje em dia sabemos que eles não são insensíveis à dor. Porém, apresentam uma habilidade incomum em gatos de permanecer extremamente relaxados em qualquer situação, até quando são manejados por estranhos.

Essa raça é tão afetuosa que geralmente corre até a porta para receber e cumprimentar seus donos; também brincam de pegar coisas e sempre vêm quando chamados. São criaturas gentis e sempre brincam sem mostrar suas garras.

Quem não ama os cachorros São Bernardos? Eles são fofos, lindos e legais.

Olhes essas fotos e se apaixonem por eles!

Para quem não sabe, o cão São bernardo é também um cão de salvamento.

Fotos e Imagens de cachorros engraçados:

Todas fotos são legais!!

Beagles são fofos e lindos:

Olhem essas lindas fotos de cachorros Beagles:

Aquários e mais aquários!

Aquário grande

Aquário grande

Aquário hotel

Aquário hotel

Aquário gigante

Aquário gigante

aquário bonito

aquário bonito

Aquário mesa

Aquário mesa

Aquário maior

Aquário maior

Aquário sala

Aquário sala

Aquários Tipos

Aquários Tipos

Raça maine coonA raça de gato chamada Maine Coon é uma raça de origem norte-americana. Antigamente, os gatos domésticos que vinham da Europa enfrentavam invernos rigorosos nos Estados Unidos da América, e com isso, somente os gatos que se adaptavam com o clima por serem mais fortes e resistentes que conseguiam sobreviver. Com o passar do tempo a raça Maine Coon tornou-se um gato grande e rústico, onde sua pelagem é grossa e resistente a água.

A história da origem da raça e de seu nome, chega a ser hilárias por haver tantas delas. Uma  das histórias é a que conta que um gato doméstico perdido nas florestas do Maine (nome de um estado norte-americano) acabou cruzando com um guaxinim, e assim nasceram os filhotes da raça Maine Coon. Apesar disso ser impossível, biologicamente falando, isso foi alimentado pois as características da raça Maine Coon é similar as características do guaxinim. Outra história conta, que a origem do nome “Coon”, é porque o felino trazido para o Maine recebera o nome do capitão do navio.

Raça de gato maine coon

Raça de gato maine coon

Filhote maine coonO gato Maine Coon em relação ao seu comportamento, é um gato calmo, extremamente dócil, companheiro,um gato que se dá bem com outros animais, inclusive cães. Ele tem fácil adaptação e é muito amigável. É um gato que precisa de atenção e cuidado, e bastante carente necessitando de companhia. O miado do Maine Coon é muito peculiar, é um miado parecido com o canto do grilo.

 

Gato Maine Coon

Gato Maine Coon

Gatos Maine coon

Gatos Maine coon

Maine coon

Maine coon

Maine coon gato

Maine coon gato

Em suas características físicas, ele tem o pêlo macio, denso e sedoso, corpo proporcional, sem nenhuma parte que seja exagerada no tamanho. É um gato forte, dentre os gatos, é de porte médio à grande. Sendo as fêmeas menores que os machos. Seus olhos são grandes e chamam bastante atenção, existindo nas cores verdes ou douradas. A cor mais comum dentre a raça é o marrom, mas a raça é reconhecida em todas as cores, exceto as cores: chocolate, lavanda e pontilhado. As orelhas são apontadas para cima e bem peludas, cauda reta sendo o mesmo comprimento do corpo.

Coleira com bijusO momento de passear é uma das coisas que todos os cães adoram. Afinal, qual é o cãozinho que não gosta de cheirar tudo e todos, sair marcando territórios, fazer novas amizades, ver novos lugares, gastar toda energia que fica contida quando se está em casa.

Para levá-lo para passear nós precisamos ter uma coleira e também uma guia. Muitas pessoas confundem ou não sabem a diferença entre a coleira e a guia. A coleira é o acessório no qual colocamos no pescoço ou, dependendo do modelo, no peito do seu pet, neste caso o cachorro, e a guia é o acessório que nós iremos engatar na coleira dele, com ela vamos guiando o cão no momento do passeio.

Coleira de couroHá inúmeros modelos de guias e coleiras, e você não deve comprar a guia ou a coleira somente pela estética, você deve saber como seu cão se comporta no passeio, para assim saber o melhor modelo de ambos à comprar.

Se você tem um cão de pequeno porte, obediente, um cão que você pode passear com ele confortavelmente, a dica é simples, ele pode usar a coleira de pescoço (simples) e a peitoral. E a guia é bem simples também, pois é um cão que não requer acessórios fortes e com amortecedores.

Coleira de menina

Coleira de menina

Coleira laranjaAgora, se você tem um cão forte, robusto, que ao ver outro animal ou qualquer outra coisa ele dá aquela arrancada e parece que vai desmontar o seu braço ou arrancá-lo, uma guia muito bem aconselhável é a guia com amortecedor, muitas pessoas não sabem nem da sua existência, mas ela existe sim e é bem em conta por ser uma guia bem grossa e forte.

O ideal também para esse tipo de cão é que a guia seja curta, se for longa o cão vai acabar arrastando você.

Em relação à coleiras, o ideal é que seja de tipo enforcadeira, pois no momento em que o cão quer ir mais rápido que você a coleira da uma pequena enforcada (dependendo do nível em que o cão está puxando) e então ele para de ir adiante, retomando ao seu lado.

Coleira para bulldog

Coleira para bulldog

Coleira para cachorra

Coleira para cachorra

Coleira rosa

Coleira rosa

Coleira simples

Coleira simples

Guias de coleira

Guias de coleira

Animais EngraçadosO verão muitas vezes ainda não chegou ou até mesmo já passou, mas o calor vem com tudo diversas vezes fora de época. E nós, seres humanos, somos pegos muitas vezes de surpresa, mas como temos como nos virar sozinhos, a gente pode se refrescar tomando um banho, uma água gelada, colocando roupas mais leves, ligando o ventilador ou ar condicionado, são diversas coisas que a gente pode fazer para aliviar esse calor.

 

Bulldog filhotinhoMas, e com os nossos bichinhos? Eles, como nós, também sentem calor. Existem cães, por exemplo, que acabam tendo muita alergia no verão por causa do pêlo não tosado. Os animais mais gordinhos também tendem a passar mal durante a época do verão ou calor. O Bulldog Inglês, por exemplo, é um cão que acaba sofrendo e muito no verão, pois ele é um cão mais gordinho, ele tem muitas ruguinhas que podem ficar  assadas com o suor, seu focinho é pequeno e isso dificulta muito a respiração dele e se vier a praticar alguma atividade ou brincadeira nesse estado, isso pode se agravar e pode levar até a um ataque cardíaco, levando até a morte.

Cachorros Felizes

Cachorros Felizes

Gatinho fofoAssim como o Bulldog Inglês, os outros bichinhos de estimação, como gatos, hamster, passarinhos, entre outros também sofrem com o calor, e aqui vão algumas dicas para você aliviar e não deixar o calor desanimar o seu pet.

Quando está aquele dia ensolarado, quente e seco, observe se o seu pet, no caso se for um cão, se ele está com a língua pra fora, transpirando (os cães transpiram pela língua), se está desanimado ou com preguiça, esses são fatores de desconforto por causa do calor.

Hamster estimação

Hamster estimação

PintinhoPara aliviar ou acabar com esses sintomas o ideal é sempre deixar água fresca e limpa para seu pet, nem tão gelada e nem morna. Se for cão, dê um banho com água em temperatura ambiente nele, isso vai aliviar e muito o calor que ele está passando. Se for passarinho, deixe um potinho com água, ele provavelmente se banhará nele.

Ligando o ar condicionado ou ventilador para o seu pet também é muito bom, mas não exageradamente, pois o focinho canino é muito sensível e o ar condicionado acaba tirando muito a umidade do ar, então o seu focinho resseca e pode também dificultar a respiração, portanto é bom deixar bastante água pra ele também.

Ração para cachorros

Ração para cachorros

Se o seu pet é peludo, e se você nota que ele está sofrendo com o calor, não deixe o seu pet com o pêlo só porque fica mais bonito, deixe o seu pet ficar confortável, se isso o incomoda durante essa época, tose-o, ele vai ficar muito mais feliz!